jornalista1

Suposta agente da polícia federal causa tumulto e xinga PMs durante atendimento de ocorrência

None Mulher ainda tentou morder um policial ao se recusar a entrar na viatura

Uma mulher de 40 anos acabou presa e levada para a delegacia de Campo Grande, na noite desta terça-feira (3), após causar tumulto durante o atendimento de militares a uma ocorrência, na região central da cidade. Ela se identificou como policial federal.

A confusão aconteceu por volta das 23 horas desta terça (3), quando os policiais foram chamados por uma mulher que estava saindo do trabalho e estava com medo do marido, que era muito agressivo, por isso pediu ajuda dos militares.

Quando chegaram ao local encontraram a solicitante, o marido e apareceu a suposta agente da polícia federal em visível estado de embriaguez atrapalhando o trabalho dos policiais. Ela passou a xingar os militares, se identificando como policial, mas sem mostrar seu documento funcional. 

A autora ainda xingou uma das policiais de palavras de baixo calão a mandando calar a boca, quando tentaram detê-la ela tentou morder um dos militares. A mulher foi levada para a delegacia e autuada por desacato, resistência e desobediência. Foi confirmado pela autoridade policial, que a mulher presa não é agente da Polícia Federal.

(Colaborou Dayene Paz)

Fonte: https://midiamax.uol.com.br

 

Comentar

vetenuo

bannerdisponivel

bannerdisponivel

bannerdisponivel

bannerdisponivel

Impakto nas Redes Sociais

                                  Saiba os benefícios de usar o LinkedIn para a sua vida profissional - IFS -  Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Sergipe 

blogimpakto  acervo    csp   jornalismoinvestigativo   fundobrasil   Monitor da Violência – NEV USP   Capa do livro: Prova e o Ônus da Prova - No Direito Processual Constitucional Civil, no Direito do Consumidor, na Responsabilidade Médica, no Direito Empresarial e Direitos Reflexos, com apoio da Análise Econômica do Direito (AED) - 3ª Edição - Revista, Atualizada e Ampliada, João Carlos Adalberto Zolandeck   tpnews   naofoiacidente

procurados

Desenvolvido por: ClauBarros Web