jornalista1

Projeto de visitas virtuais de presos é implementado na Penitenciária Feminina do DF

WhatsApp Image 2020-06-19 at 18.20.47.jpg A juíza da Vara de Execuções Penais do DF acompanhou, nesta sexta-feira (19/06), a implementação do projeto de visitas virtuais na Penitenciária Feminina do DF. Representantes do Ministério Público do Distrito Federal e dos Territórios - MPDFT, do Departamento Penitenciário Nacional – DEPEN e da Secretaria de Estado de Administração Penitenciária do Distrito Federal – SEAP/DF também estiveram presentes.  

Inicialmente, sete presas conversaram por até três minutos com seus familiares. Todas as outras detentas também poderão visitar virtualmente seus parentes. A previsão, de acordo com a magistrada, é de que as conversas ocorram uma vez por mês. As visitas virtuais têm o objetivo de restabelecer o contato entre preso e familiares. Isso porque, nesse momento de pandemia, as visitas presenciais estão suspensas para evitar a disseminação do coronavírus causador da COVID-19 no sistema penitenciário do DF. 

Para a juíza da VEP, “em tempos de pandemia, o uso de equipamentos próprios para a comunicação virtual tornou-se imprescindível para a substituição do contato presencial. “Os equipamentos, embora passem inicialmente uma sensação de frieza, estão sendo fundamentais para a aproximação das pessoas presas aos seus entes queridos. A pandemia provocada pela disseminação da COVID-19 exigiu o isolamento social de praticamente toda a população mundial. Assim, o uso da tecnologia tem servido para minimizar seus efeitos, por isso estamos agindo para que possam ser usados por toda a população carcerária”, afirma.

As visitas virtuais foram aprovadas pelas presas. E.O.B.D, por exemplo, pôde diminuir a saudade do filho que não conseguia ver desde antes do início da pandemia. Ela conta que os dois trocavam apenas cartas, mas hoje puderam ouvir a voz, mesmo que virtualmente, um do outro. “Gostei demais de conversar com ele”, conta.  Já para a interna  A.L.S.B, a iniciativa foi importante para saber que todos os familiares estão bem. “A iniciativa foi muito importante, porque toda sociedade está isolada. E você vê um parente, vê que está bem... Para mim, foi perfeito”, relata. 

O projeto de visitas virtuais, que se iniciou nesta sexta-feira na Penitenciária Feminina, será expandido para as demais unidades do sistema prisional do DF e foi viabilizado por meio da doação de 40 tablets entregues pelo DEPEN, fruto de tratativas da VEP e do MPDFT . O visitante virtual deve constar no cadastro presencial. A regulamentação será divulgada no site da SEAP, antiga SESIPE.  

A Penitenciária Feminina conta atualmente com 547 mulheres e 107 internos (de ambos os gêneros) na ala de tratamento psiquiátrico.  Até o momento, não há registro de nenhum caso de coronavírus na unidade. 

Fonte: TJDFT.JUS.BR

Comentar

vetenuo

bannerdisponivel

bannerdisponivel

bannerdisponivel

bannerdisponivel

Impakto nas Redes Sociais

                                   

www.impactocarcerario.com.br

 

blogimpakto  acervo         jornalismoinvestigativo

Desenvolvido por: ClauBarros Web