jornalista1

Foragido espanca esposa na qual já deu tiro no olho e é preso em flagrante

 O foragido da justiça paraguaia, Valdir dos Santos Fernandes, 51, vulgo “Fernando” foi preso na manhã desta sexta-feira (13) após espancar sua esposa na cidade de Antônio João, cidade a 319 quilômetros de Campo Grande.

Valdir é foragido da justiça paraguaia devido a uma tentativa de feminicídio contra ela na cidade paraguaia de Salto del Guairá, na divisa com Mundo Novo, cidade a 462 quilômetros de Campo Grande.

Ele deu um tiro em um dos olhos da esposa . A mulher vive em tratamento já que ficou com o projétil alojado na cabeça. Após isso, ele veio com ela e os filhos para Antônio João em Mato Grosso do Sul.

Porém, nesta sexta-feira (13), de acordo com a polícia, ele usou a desculpa de que a esposa havia perdido seus documentos. Por isso, ele a agrediu de forma violentamente com chutes e golpes na cabeça na frente dos filhos. O autor também disse que iria atear fogo em todos na casa, publicou o site Porã News.

Com medo, a mulher e as crianças correram até a delegacia da cidade. Investigadores então realizaram diligências e prenderam Valdir em frente a delegacia. Ele foi ao local a procura da vítima e foi preso em flagrante no local.

Fonte: midiamax

Agente penitenciário se mata a tiro no sudoeste do Tocantins

Celio Marinho ingressou na Secretaria da Cidadania em março deste ano e tirou a própria vida após um acidente com carro particular, depois de participar de evento de 7 de Setembro em Araguaçu

Imagem divulgação WhatsApp O Agente de Execução Penal Celio Ribeiro Marinho, lotado na Cadeia Pública de Formoso do Araguaia, a 303 km de Palmas, sudoeste do Estado tirou a própria vida com um disparo de arma de fogo na tarde desta sexta-feira, 7.

O secretário de Cidadania e Justiça, Heber Fidelis, confirmou a morte, mas ressaltou que as circunstâncias em que o agente morreu não estão claras. “Ainda não sabemos como ocorreu, tudo leva a crer que foi suicídio, mas, nada confirmado”, explica. Segundo Fidelis, o agente era apontado pelos colegas como uma pessoa muito feliz e tranquila.

Marinho atuou como balconista em Gurupi antes de ingressar no serviço público. Aprovado no último concurso da Seciju, tomou posse no dia 19 de março deste ano.

Fonte: soudepalmas

MP denuncia agentes penitenciários e preso suspeitos de estuprar detentas, em Goianésia

Segundo as investigações, preso tinha chave das celas. DGAP informou que também apura o caso.

Investigações apontam que detentas foram estupradas no presídio de Goianésia — Foto: Reprodução/TV Anhanguera  MP denuncia seis agentes penitenciários e um detento por suspeita de estupro de detentas

O Ministério Público denunciou seis agentes penitenciários e um detento por estuprar mulheres presas na cadeia de Goianésia, no centro de Goiás. Além disso, o preso ainda teria regalias, como a chave das celas, uniforme e até arma. A Diretoria-Geral de Administração Penitenciária informou que está apurando o caso.

De acordo com a denúncia, três mulheres foram estupradas. As investigações começaram após uma denúncia anônima. Na denúncia consta que um preso que tinha as chaves das celas, tanto da ala masculina quanto da feminina, e seis agentes penitenciários, forneciam regalias a algumas detentas, como maços de cigarro e banhos de sol mais prolongados.

Em troca disso, eles cobravam favores sexuais. Algumas vezes, isso era feito com o consentimento das internas, mas em outras situações, elas eram estupradas.

“Esse mesmo preso que tinha todo esse trânsito no presídio também recebia dos agentes uniforme e armamento, inclusive é confirmado pelos próprios agente penitenciários que lhe foi entregue uma arma calibre 12, uma espingarda”, disse o promotor Luciano Miranda.

Além do estupro, os denunciados podem responder por outros sete crimes, como ameaça, abuso de autoridade e lesão corporal. “Esse fato demonstra a falência do sistema prisional goiano, a falta de agente e, principalmente, o amadorismo como nosso estado trata o nosso sistema prisional”, completou.

A Diretoria-Geral de Administração Penitenciária informou que os agentes foram demitidos e que o preso foi transferido para outra unidade. 

Fonte: G1

PF prende advogado suspeito de ser chefe de facção criminosa no RN

Operação Extração cumpriu ainda outros 18 mandados de prisão e 16 de busca e apreensão em Natal, Região Metropolitana e no interior.

Realizada pela PF, operação contou com apoio de policiais militares — Foto: Redes Sociais  A Polícia Federal cumpriu 18 mandados de prisão preventiva e um outro de prisão temporária em uma operação para desarticulação do Primeiro Comando da Capital (PCC) no Rio Grande do Norte. Entre os presos, está um advogado suspeito de ser um dos chefes da facção criminosa no estado potiguar.

A chamada Operação Extração aconteceu no início da manhã desta terça-feira (3) e teve participação do Departamento Penitenciário Nacional (Depen) e apoio da Polícia Militar. Os mandados foram cumpridos em Natal, Mossoró, Extremoz, Ceará-Mirim, São Gonçalo do Amarante e Pau dos Ferros. Além dos de prisão, houve ainda 16 de busca e apreensão. Todos os presos, segundo a Polícia Federal, ocupam posições de comando na filial potiguar da facção.

De acordo com a PF, as investigações foram intensificadas em junho de 2019, depois que a corporação identificou o planejamento de um “salve” pelo PCC no estado. A Polícia Federal afirma que a organização criminosa queria amedrontar a população, atacando pessoas e lugares públicos e privados em diferentes municípios.

“No salve identificado pela PF, a facção criminosa também tencionava ataques dentro do sistema prisional potiguar, incentivava a violência contra integrantes de facções rivais e sugeria confrontos com as forças policiais do Rio Grande do Norte”, informou a Polícia Federal em nota.

Durante as investigações, informações foram compartilhadas com autoridades do RN e medidas preventivas adotadas. Ainda de acordo com a PF, não houve registro de atentados no período.

A polícia disse ainda que o advogado preso nesta terça teve “especial participação” na circularização do salve em junho de 2019, sendo o suposto responsável pela comunicação e transmissão das ordens entre os chefes presos e membros da alta cúpula do PCC ainda em liberdade. 

Fonte: G1

DETENTO ''MAL CRIADO'' ATACA AGENTES PENITENCIÁRIOS COM OBJETO PERFURANTE

 A tentativa de homicídio aconteceu na noite de quarta-feira (04) no presidio Vale do Guaporé, setor rural de Porto Velho, onde o apenado Eliomar Batista Eler (39) tentou matar três agentes penitenciários com golpes de "chucho" - arma perfurante artesanal.
De acordo com o Bop nº 4319/2014 o apenado estava em uma cela totalmente escura gritando e batendo na cela. O trio de agentes foi ao local para ver o que estava acontecendo e foi atacado pelo acusado.
 
 
Para evitar que algo pior acontecesse, um dos agentes efetuou um disparo de uma arma não letal e acalmou os ânimos do agressor. Segundo o diretor da unidade o acusado tentou matar um colega de cela e foi contido por outros apenados. O caso foi registrado na Central de Flagrantes.
 
Fonte: aageppa1

Mais artigos...

vetenuo

bannerdisponivel

bannerdisponivel

bannerdisponivel

bannerdisponivel

Impakto nas Redes Sociais

                                   

 

blogimpakto  safestore1  smartseg 
universidadedotransito acervo        kennya6      alexandrejose    codigoeticajor    jornalismoinvestigativo

Desenvolvido por: ClauBarros Web