jornalista1

Suspeito engole drogas para fugir de flagrante e morre de overdose no DF

 Na noite desta segunda-feira, 12, um homem suspeito de traficar drogas morreu de overdose ao engolir pelo menos três sacos plásticos com cocaína e um tablete de maconha no Gama, Distrito Federal. O homem chegou a ser socorrido, mas não resistiu. As informações são do Metrópoles.

Os militares foram até ao local após receber uma denúncia anônima de que havia um homem traficando drogas na quadra. Assustado ao ver a aproximação das viaturas, o homem, ainda não identificado, teria engolido os papelotes com cocaína e um tablete de maconha. Parte da droga ficou presa na garganta do suspeito, que não consegui expelir as substâncias.

A reação do homem foi gravada pelos PMs. Sentado na rua, o suposto traficante começa a sofrer os efeitos da overdose provocada pela grande quantidade entorpecente no organismo. Os sacos onde estavam se romperam dentro do suspeito. Os policiais levaram o homem ao hospital, mas antes de chegar a unidade de saúde o suspeito sofreu uma parada cardíaca e não resistiu.

Fonte: agorarn.com.br

Detentos da Casa de Custódia de Maringá receberiam drogas e celulares via Sedex

https://www.plantaomaringa.com/fotos/noticias/gd_detentos-da-casa-de-custodia-de-maringa-receberiam-droga-e-celulares-via-sedex-4312-8550.jpg Policiais Penais da Casa de Custódia de Maringá apreenderam durante procedimento de revista em materiais encaminhados por familiares de presos pelos correios, celulares, drogas dissimuladas em sabonetes e sabão em barra, perfeitamente moldados em seus formatos originais.
A apreensão ocorreu nesta segunda-feira (05) e só foi descoberto após os produtos passarem pelo aparelho de raio-x. Ao todo foram apreendidos 08 (oito) Smartwatches com bateria,  05 (cinco) chips de telefonia móvel, 05 (cinco) cartões de memórias, 26g (vinte seis gramas) de maconha, 40g (quarenta gramas) de haxixe e 15g (quinze gramas) de cocaína. Todos os artefatos e as substâncias entorpecentes foram encaminhados à Delegacia de Polícia, onde foram registradas as ocorrências para a atribuição das responsabilidades criminais respectivas. 
Além disso, os presos que receberiam os ilícitos terão suas condutas avaliadas pelo Conselho Disciplinar da Unidade como autores imediatos da tentativa de burlar a segurança, assim como os visitantes sofrerão as sanções administrativas adequadas em decorrência de seus atos.

Fonte: plantaomaringa.com

 

Publicação do instagram de Bernardo P Kuster

Publicação do instagram de Bernardo P Kuster

a0001

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Clique AQUI para assistir o vídeo

Pablo Escobar: sobrinho acha R$ 100 mi escondidos em parede de apartamento

Pablo Escobar: 27 anos depois de sua morte, segredos do chefe do tráfico ainda estão sendo descobertos - Wikimedia Commons Nicolás Escobar, sobrinho do lendário chefe do tráfico Pablo Escobar, acaba de descobrir mais um dos segredos do tio, 27 anos depois de sua morte. Segundo a BBC, Nicolás encontrou uma abertura secreta na parede do apartamento onde mora, que já pertenceu a Pablo, e um saco de dinheiro lá dentro.

As notas encontradas por ele somam US$ 18 milhões, o equivalente a mais de R$ 100 milhões. Entretanto, segundo Nicolás, o dinheiro não poderá ser usado porque está deteriorado pelo tempo, já que está guardado há muito tempo.

Por outro lado, Roberto Escobar Gaviria, irmão de Pablo Escobar, desmentiu hoje à tarde o próprio sobrinho: "Nicolás está enganando o mundo, dizendo que encontrou o dinheiro em uma propriedade em Las Palmas. Esta casa é minha, onde moro atualmente, e onde estou há muitos anos. O que ele está dizendo é totalmente falso", disse Roberto ao jornal El Tiempo, da Colômbia.

"Visão" da fortuna

Nicolás, que está há cinco anos no apartamento em Medellín (Colômbia) onde o seu tio já morou, disse que uma "visão" fez ele encontrar o esconderijo.

"Toda vez que eu me sentava na sala de jantar e olhava na direção da garagem, eu via uma aparição entrando lá e depois sumindo. O cheiro dentro do esconderijo era horrível. Cem vezes pior do que um corpo em decomposição", contou ele à TV local.

Além do dinheiro, Nicolás encontrou uma máquina de escrever, telefones por satélite, uma caneta folheada em ouro, uma câmera fotográfica e um filme cujas fotos ainda não foram reveladas.

O sobrinho ainda falou sobre suas lembranças de Pablo, dizendo que uma vez foi sequestrado e torturado por inimigos que estavam procurando o esconderijo do chefe do tráfico.

"Eles me mantiveram em cativeiro por sete horas. Dois dos meus funcionários foram atacados com uma motosserra", relatou.

Fonte: noticias.uol.com.br

‘Famosa’ traficante do Centro de Curitiba e comparsa morrem em confronto em operação da PM

Mulher era um dos principais alvos da Operação Lisboa, que acontece na manhã desta terça-feira

 Um dos principais alvos da Operação Lisboa, que cumpre na manhã desta terça-feira (22) 16 mandados de prisão em operação contra o tráfico de drogas em Curitiba e região, morreu em confronto com a Polícia Militar (PM) em Matinhos. A mulher, que comandava a venda de drogas no Centro de Curitiba, estava escondida no Litoral, reagiu a abordagem e morreu na troca de tiros. Um comparsa que estava com ela também foi baleado e morto.

Além dos 16 mandados de prisão, a operação cumpre outros 37 mandados de busca e apreensão contra líderes, gerentes, fornecedores e distribuidores de drogas em Curitiba e região. Durante as investigações, que duraram cerca de 6 meses, a PCPR e a PMPR observaram que houve pouca ou nenhuma alternância na liderança do bando. É como se a associação criminosa fosse composta por líderes gerais, “gerentes operacionais” e revendedores finais – conhecidos como “pistas”, esses substituídos com frequência.
 Segundo o coronel Hudson, da PM, um dos mandados de busca e apreensão foi cumprido em Matinhos, onde ocorreu a troca de tiros. “Recebemos a informação de que um dos principais alvos, que é uma mulher que fazia o tráfico no Centro de Curitiba, estava no Litoral. Ela foi abordada e, ao lado de um comparsa, reagiu a operação e trocou tiros. Com eles, foram encontrados um revólver e uma pistola”, destacou á Banda B.

Segundo o coronel, a mulher procurada pela Justiça era faccionada. “É uma mulher que faz parte de uma organização criminosa e que estava foragida, pois já tinha um mandado de prisão contra ela. Agora, estava aqui escondida no Litoral e acabou entrando em confronto hoje”, destacou.

Mais sobre a operação:

NÚCLEO CENTRO – As drogas que abasteciam o tráfico de drogas no Centro de Curitiba eram fornecidas por líderes distintos que comandavam o crime em Pinhais e no bairro Cajuru.

Nesta região, a PCPR e PMPR cumprem 17 mandados de busca e apreensão e sete mandados de prisão preventiva.

NÚCLEO CAJURU – O gerente operacional que atuava no bairro também distribuía drogas para revendedores finais do município de São José dos Pinhais, na RMC.

Seis pessoas são alvos de prisão preventiva e 15 mandados de busca e apreensão serão cumpridos na região.

NÚCLEO PINHAIS – O tráfico era comandado por um indivíduo com antecedentes por tráfico de drogas. Ele foi preso em 2016, com 73 quilos de crack, e estava em liberdade atuando no município e no Centro de Curitiba.

Aqui a PCPR e PMPR miram oito alvos. Três com mandados de prisão preventiva e cinco com mandados de busca e apreensão.

INVESTIGAÇÕES – No decorrer das investigações foram presas em flagrante 17 pessoas ligadas ao bando, cumpridos quatro mandados de prisão preventiva, uma apreensão de adolescente, apreensão de duas armas de fogo, 173 gramas de cocaína, 2,3 quilos de crack e 4,8 quilos de maconha.

Fonte: bandab.com.br

Mais artigos...

vetenuo

bannerdisponivel

bannerdisponivel

bannerdisponivel

bannerdisponivel

Impakto nas Redes Sociais

                                   

www.impactocarcerario.com.brblogimpakto  acervo         jornalismoinvestigativo   procurados

Desenvolvido por: ClauBarros Web