jornalista1

Receita Federal apreende 221,5 kg de cocaína no Porto de Paranaguá

A droga apreendida A Alfândega da Receita Federal no Porto de Paranaguá, em operação conjunta com a Delegacia da Polícia Federal de Paranaguá, realizou na manhã desta sexta-feira (31/1) mais uma apreensão de cocaína.

Os 221,5 quilos de cocaína, que foram encontrados com auxílio do escâner de imagens, estavam no interior de um contêiner carregado com peças de máquinas destinado ao Porto de Antuérpia, na Bélgica.

O método utilizado foi o rip-on/rip-off, quando os traficantes inserem a droga no contêiner sem que o exportador da carga lícita tenha conhecimento da contaminação.
Esta é a segunda apreensão de cocaína no Porto de Paranaguá em 2020, totalizando 675,5 quilos da droga.

Fonte: BEMPARANA

ROCAM apreende 427,9 Kg de maconha em carreta e prende duas pessoas em Foz do Iguaçu

ROCAM apreende 427,9 Kg de maconha em carreta e prende duas pessoas em Foz do Iguaçu No inicio da madrugada desta quarta-feira, 22 de janeiro de 2020, por volta das 00h:30min, policiais militares da ROCAM (Rondas Ostensivas com Apoio de Motocicletas) do 14º BPM de Foz do Iguaçu, quando receberam informações de uma denúncia de carregamento de entorpecentes em um estacionamento ao lado do Posto Gasparin, na Rua Nilson Gotlileb, no Bairro Três Lagoas.

No local, lograram êxito em abordar a carreta Scania, de cor branca, de placas paraguaias OBJ-287, e no interior da carreta, dois indivíduos que estavam no momento acondicionando o entorpecente (maconha) em meio a carga de arroz.

Diante dos fatos foi dada voz de prisão aos dois indivíduos e encaminhados, juntamente com o entorpecente para a Delegacia da Policia Civil.

Já na delegacia a droga foi pesada e totalizada a quantia de 427, 9 Kg de substância análoga à maconha. Os dois abordados foram presos em flagrante pelo crime de trafico de drogas.

Fonte: PORTALCOSTAOESTE

 

Receita apreende duas toneladas de cocaína no Porto de Santos

Ação finalizada nesta sexta (17) localizou 1.910 kg da droga. Substância estava escondida em cargas de exportação que iriam para Bélgica e Holanda      

Receita Federal apreende quase duas toneladas de cocaína em Santos  A Receita Federal localizou 1.910 kg de cocaína em uma ação finalizada hoje (17) no Porto de Santos. Iniciada na terça-feira (14), a ação foi promovida por equipes da Alfândega da Receita Federal no Porto de Santos e condutores de cães de faro da própria Unidade e da Divisão de Repressão ao Contrabando e Descaminho da Receita Federal na 8ª Região Fiscal (Direp/08). A droga estava escondida em cargas de exportação.

As unidades de carga (contêineres) foram selecionadas para conferência através de critérios objetivos de análise de risco, incluindo a inspeção não intrusiva por escâner e varredura de pátio.

A primeira localização (1.229 kg) ocorreu na terça-feira (14) em uma carga regular de farinha proteica de soja acondicionada em sacas. O destino final da carga seria o Porto de Antuérpia, na Bélgica.

A segunda localização (681 kg) ocorreu na quinta-feira (16) em uma carga regular de limões “in natura” acondicionados em caixas. A carga tinha como destino final a Holanda.

Nas duas oportunidades, houve indicação positiva dos cães de faro da Receita Federal, direcionando nossas equipes para uma inspeção mais detalhada das cargas.

A finalização dos trabalhos ocorreu nesta sexta-feira (17), após a verificação de todos os contêineres selecionados.

A droga interceptada pela Receita Federal foi entregue à Polícia Federal, que acompanhou as operações a partir das localizações e prosseguirá com as investigações a partir das informações fornecidas pela Receita.

Fonte: R7

'Senhora da Morte', chefe do tráfico que ostentava armas de ouro nas redes, é morta

 Uma chefe do tráfico de drogas no México conhecida como "Senhora da Morte" foi morta na última sexta-feira (10/1) em operação do Exército, da Guarda Nacional e da polícia do estado de Michoacán, onde ela mantinha o seu império do crime.

María Guadalupe López Esquivel, também conhecida como "La Catrina" (personagem folclórico da celebração do Dia dos Mortos no México), tinha 21 anos. Ela costumava ostentar nas redes sociais, exibindo dólares e armas feitas de ouro. Ela chamava atenção tanto pela beleza quanto pela violência com que tratava os rivais, incluindo vários policiais. Em outubro do ano passado, a criminosa liderou uma emboscada que matou 13 agentes das forças de segurança. Ela também coordenava sequestros.

A "Senhora da Morte" entrou para o cartel Nueva Generación (Nova Geração), de Jalisco, em 2017, após se envolver romanticamente com um dos líderes, Miguel Fernández, mais conhecido como "El M2". Inicialmente, ela liderava um grupo de pistoleiros que realizava execuções a mando do cartel, até ocupar uma posição de grande destaque no grupo criminoso.

A narcotraficante foi atingida no pescoço. Ela chegou a ser socorrida em um helicóptero que participava da operação, mas não resistiu ao ferimento, contou o jornal "El Universal".

"Calma, um helicóptero está vindo", disse um policial, em vídeo registrando a operação. "Está chegando. Calma, calma, tudo vai ficar bem. Segura", acrescentou ele.

María Guadalupe morreu alguns minutos depois de ser posta no helicóptero.

Baseado em Jalisco, o cartel Nueva Generación atua nos estados de Colima, Michoacán, Guerrero e Guanajuato, além da periferia da Cidade do México. Ele era aliado do poderoso cartel de Sinaloa até 2014. Suas operações se expandiram a Europa e Ásia nos últimos anos.

Fonte: EXTRA

Traficante que posou para foto com caveirão é morto em operação da PM na Serrinha

 Fotos motivaram abertura de investigação Edno Rodrigo Ferreira Marçal, o Rei do Fumo, apontado pela polícia como gerente do tráfico do Complexo da Serrinha, em Madureira, foi morto durante uma operação do 9º BPM (Rocha Miranda) na favela. O traficante foi identificado pelo Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (Gaeco) do MP como um dos criminosos que posaram para fotos na frente e dentro de um caveirão da PM. As imagens desencadearam uma investigação que terminou com a denúncia de nove PMs à Justiça em agosto.

Além de Edno, também foi morto Wallace Martins Leite, o Coquinho, durante a ação, na tarde da última segunda-feira. Segundo os PMs que participaram da ação, quando chegaram a Rua Mestre Darcy do Jongo, viram criminosos armados, que atiraram nos agentes. Houve tiroteio. Dois fuzis foram apreendidos, um Colt, calibe 556 e um G3, calibre 762.

Durante a ação, um policial foi atingido por estilhaços, mas passa bem. Os dois criminosos foram levados pelos PMs para o Hospital estatual Carlos Chagas. Ambos chegaram à unidade mortos.

O traficante morto era conhecido como Rei do FumoO traficante morto era conhecido como Rei do Fumo

Edno aparece numa das fotos investigadas na frente de um caveirão, sorrindo e segurando um fuzil semelhante ao apreendido na ação em que foi morto. A investigação que a Corregedoria da PM fez a partir das imagens concluiu que as fotografias foram tiradas no dia 12 de janeiro de 2014 num horário entre 10h30m e 12h30m. Dois funcionários da Cedae que trabalhavam no local no dia prestaram depoimento e confirmaram que viram os traficantes fazendo as fotos.

Numa das imagens, inclusive, é possível ver traficantes entrando no caveirão e policiais armados ao fundo. Oito PMs que estavam na favela no dia foram identificados pela Corregedoria. Esses policiais, entretanto, não foram denunciados à Justiça.

No final das investigações, a Corregedoria concluiu que um grupo de nove policiais da unidade, que incluía sete oficiais e dois praças, recebia dinheiro do tráfico para avisar os criminosos previamente sobre operações do 9º BPM. São réus pelos crimes os majores Rodrigo Lavandeira Pereira e André Luiz Oliveira de Albuquerque, os capitães Marcelo Baptista Pereira, Rodrigo Antunes Vieira e Bruno Borges Vidal, os tenentes Adriana da Silva Góes Vista e Paulo Rodolpho Batista de Oliveira e os sargentos Robson Avelino de Lima e Flávio Fagundes Padiglione.

Traficantes armados tiraram fotos dentro de caveirão; PMs estão ao fundoTraficantes armados tiraram fotos dentro de caveirão; PMs estão ao fundo Foto: Reprodução
 
Fonte: EXTRA

Mais artigos...

vetenuo

bannerdisponivel

bannerdisponivel

bannerdisponivel

bannerdisponivel

Impakto nas Redes Sociais

                                   

www.impactocarcerario.com.br

 

blogimpakto  acervo         jornalismoinvestigativo

Desenvolvido por: ClauBarros Web