jornalista1

Ao ser flagrado com quase 24kg de crack, trio tenta subornar policiais militares e acaba preso em flagrante

Equipes do 8º Baep apreenderam a droga e o valor de R$ 101.500, que havia sido oferecido a eles. Operação foi em Pirapozinho.

Droga e dinheiro foram apreendidos pela PM — Foto: Polícia Militar Três homens – sendo dois por tráfico de droga e corrupção ativa – foram presos pela Polícia Militar na Rodovia Assis Chateaubriand (SP-425), no distrito de Itororó do Paranapanema, em Pirapozinho (SP). A operação, nesta segunda-feira (28), também resultou na apreensão de quase 24 quilos de crack e R$ 101.500.

Durante operação na divisa entre os estados de São Paulo e do Paraná realizada pelo 8º Batalhão de Ações Especiais de Polícia (Baep), os militares observaram um veículo de luxo parado próximo a um canavial, o que chamou a atenção.

O carro foi abordado pelos policiais, que identificaram dois ocupantes, de 30 anos de 27 anos. No momento, a dupla, segundo a PM, já desembarcou informando que estava transportando droga. O entorpecente seria entregue em Presidente Prudente (SP).

Em revista no veículo, os policiais avistaram uma bacia em cima do banco traseiro com 25 tabletes de crack, que pesaram 23,891 quilos.

Na sequência, o condutor do veículo tentou subornar os policiais, oferecendo a quantia de R$ 100 mil em troca da liberdade do trio e que um amigo traria o dinheiro.

Os policiais fizeram com que o condutor do veículo acreditasse que a oferta havia sido aceita e então o homem realizou um contato telefônico.

Cerca de duas horas e meia depois, o comparsa, também de 30 anos, chegou ao local da abordagem em uma caminhonete de luxo. O indivíduo desembarcou e disse que estava com o valor em dinheiro, mais precisamente a quantia de R$ 100.531.

Assim que o homem retirou do console da caminhonete um saco de dinheiro e mostrou aos policiais, ele recebeu voz de prisão em flagrante, bem como os outros dois indivíduos.

O trio foi conduzido à Delegacia da Polícia Civil. Dois responderão por tráfico de droga e corrupção ativa e um, somente por corrupção.

Fonte: G1

Narcomilícia: Polícia Federal investiga expansão de milícias e associação de paramilitares com tráfico no Rio

 A associação entre traficantes e grupos paramilitares — que controla cerca de 180 áreas no estado do Rio e está em franca expansão  —  entrou no radar do órgão central da Polícia Federal encarregado de grandes operações de combate ao crime organizado no país.

Os objetivos são desarticular o poder financeiro de quadrilhas especializadas no tráfico de drogas e no contrabando de armas, além de frear o crescimento de facções como as que passaram a controlar territórios no Rio.

Um trabalho que já está bastante adiantado: de 31 operações nacionais em curso no Brasil, dez terão como alvo quadrilhas fluminenses e 80% delas atingirão a estrutura econômica dos criminosos.

— Interromper o fluxo financeiro que alimenta os grupos criminosos é fundamental para derrotar o crime. Estou falando de quadrilhas de tráfico de drogas e de armas, e das facções. Milícia incluída — afirmou o delegado Elvis Secco, da Coordenação-Geral de Polícia de Repressão a Drogas e Organizações Criminosas e Lavagem de Dinheiro do Tráfico de Drogas, órgão vinculado à Diretoria de Investigação e Combate ao Crime Organizado (Dicor) da PF de Brasília.

Fonte: diariocentrodomundo.com.br

Receita Federal apreende meia tonelada de cocaína no Porto de Paranaguá

 A madrugada desta quinta-feira (17) foi marcada por duas apreensões de cocaína no Porto de Paranaguá/PR que totalizaram aproximadamente 450 quilos da droga. A primeira apreensão ocorreu por volta da meia-noite. Foram encontrados 169,5 quilos de cocaína em bolsas que foram colocadas em um contêiner que teria como destino o Porto de Gioia Tauro, na Itália.

A segunda apreensão ocorreu por volta das 3h da madrugada, quando foram encontrados 281 quilos de cocaína também em bolsas.

Dessa vez o destino do contêiner seria o Porto de Sines, em Portugal. Em ambas apreensões as bolsas com as drogas foram colocadas no contêiner, provavelmente no método rip-on/rip-off, ou seja, sem o conhecimento do exportador.

Fonte: bemparana.com.br

Policiais suspeitos de negociar com traficante são presos em Curitiba

Os servidores são suspeitos de roubo, concussão e associação criminosa

 A Polícia Civil do Paraná (PCPR) prendeu dois investigadores, de 37 e 54 anos, na manhã desta quinta-feira (10). Os servidores são suspeitos de roubo, concussão e associação criminosa. As prisões aconteceram no bairro Água Verde, na Capital, e no município de São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba.

Foto: Colaboração/Banda B

De acordo com as investigações, os servidores teriam subtraído R$ 29 mil de um traficante da Capital e ainda exigido R$ 20 mil para não prendê-lo.

Os policiais foram presos em decorrência de mandados de prisão temporária. Durante as buscas, a PCPR encontrou R$ 13 mil na residência do servidor de 37 anos.

Os servidores já foram afastados de suas funções policiais e encontram-se custodiados em Curitiba. Além do procedimento criminal, eles irão responder na esfera administrativa podendo ser punido com demissão.

Os nomes dos suspeitos  e mais detalhes sobre as investigações não foram revelados pela Polícia.

Fonte: bandab.com.br

Náufragos se salvam boiando em pacotes de cocaína no Pacífico

Resultado de imagem para Náufragos se salvam boiando em pacotes de cocaína no PacíficoNáufragos se salvam boiando em pacotes de cocaína no Pacífico

Clique na imagem pra assitir o vídeo.

Resultado de imagem para Náufragos se salvam boiando em pacotes de cocaína no Pacífico

Mais artigos...

vetenuo

bannerdisponivel

bannerdisponivel

bannerdisponivel

bannerdisponivel

Impakto nas Redes Sociais

                                   

www.impactocarcerario.com.brblogimpakto  acervo         jornalismoinvestigativo   procurados

Desenvolvido por: ClauBarros Web